GLOBE-NEWSWIRE Press Releases

Sabin Vaccine Institute recebe US $ 35 milhões da BARDA com potencial de até US $ 214 milhões para a fabricação de vacinas Ebola Sudão e Marburg

Sabin Vaccine Institute fecha contrato com a BARDA com potencial de financiamento de até US $ 214 milhões para fabricação de vacinas contra Ebola Sudão e Marburg

O Sabin Vaccine Institute irá produzir até 100.000 doses da vacina Sabin Ebola Sudão como parte de um novo contrato plurianual com a BARDA

WASHINGTON, Jan. 12, 2023 (GLOBE NEWSWIRE) — O Sabin Vaccine Institute anunciou hoje que a Biomedical Advanced Research and Development Authority (BARDA) fechou com a Sabin um contrato plurianual com potencial de financiamento de até US $ 214 milhões para o avanço do desenvolvimento e da produção de vacinas candidatas à dose única para as doenças causadas pelos vírus Ebola Sudão e Marburg.

Atualmente não existem vacinas licenciadas contra os vírus Ebola Sudão e Marburg, que causam febre hemorrágica e matam aproximadamente metade das pessoas infectadas.

A BARDA, parte da Administração de Preparação e Resposta Estratégica (ASPR) do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos EUA, investirá inicialmente aproximadamente US $ 35 milhões para produzir até 100.000 doses da vacina da Sabin contra o vírus Ebola Sudão (ChAd3-SUDV). Essas vacinas podem ser usadas como parte dos esforços contínuos de preparação dos EUA e em resposta a futuros surtos globais.

A vacina Sabin foi a primeira a chegar a Uganda durante o recente surto do vírus Ebola no Sudão que causou 55 mortes, depois que a Organização Mundial de Saúde a incluiu como uma das três vacinas para possível uso em um teste de surto em Uganda. O país declarou que o surto de Ebola no Sudão havia terminado em 11 de janeiro, quatro meses após o primeiro caso confirmado.

“A Sabin entregou com sucesso a Uganda doses da vacina contra o Ebola Sudão em 79 dias depois do início do surto – uma conquista impressionante”, disse a Diretora Executiva da Sabin, Amy Finan. “Este novo contrato permite que a Sabin produza até 100.000 doses para que o mundo esteja preparado com antecedência para futuros surtos.”

Além de participar de atividades recentes de surto, a Sabin continua seu plano de desenvolvimento no Sudão e iniciou a Fase 2 de planejamento de ensaios clínicos em Uganda e no Quênia. Com base em ensaios clínicos anteriores, a vacina contra o Ebola Sudão da Sabin é segura e imunogênica, e em estudos com primatas não humanos demonstrou proteção rápida, durabilidade de até 12 meses e eficácia.

Além da vacina ChAd3-SUDV da Sabin, o contrato também inclui suporte para a fabricação da vacina da Sabin contra o vírus Marburg (ChAd3-MARV), que podem gerar doses que podem ser usadas em testes e em resposta a um possível surto do vírus Marburg. Em Julho passado, duas pessoas em Gana morreram depois de terem sido infectadas com o vírus Marburg, e isso demonstra claramente a necessidade urgente da criação de vacinas.

O novo contrato alavanca uma parceria com a BARDA que teve início em 2019, quando a agência fechou com a Sabin outro contrato de vários anos com um valor de US $ 128 milhões para o desenvolvimento de vacinas contra os vírus Marburg e Ebola Sudão.

“A BARDA tem sido parceira de apoio às nossas medidas essenciais para a preparação para a pandemia”, disse Finan. “O surto de Ebola Sudão em Uganda ressaltou a necessidade vital de soluções prontamente disponíveis. E teremos amplo material para responder rapidamente a esse surto no futuro.”

Este projeto será financiado, no todo, com fundos federais do Departamento de Saúde e Serviços Humanos; Administração para Preparação e Resposta Estratégica; Autoridade de Pesquisa e Desenvolvimento Avançado Biomédico, sob o contrato número 75A50123C00010.

Sobre o Sabin Vaccine Institute

O Sabin Vaccine Institute é um dos principais defensores da expansão do acesso e uso de vacinas em todo o mundo, do avanço da pesquisa e desenvolvimento de vacinas e da ampliação do conhecimento e inovação das vacinas. Revelando o potencial das vacinas através da parceria, o Sabin criou um ecossistema robusto de financiadores, inovadores, implementadores, profissionais, formuladores de políticas e partes interessadas públicas para avançar sua visão de um futuro livre de doenças evitáveis. Como uma organização sem fins lucrativos com três décadas de experiência, o Sabin está empenhado em encontrar soluções duradouras que levem todos os benefícios das vacinas a todas as pessoas, independentemente de quem sejam ou de onde vivem. No Sabin, acreditamos no poder das vacinas para mudar o mundo. Para mais informação, visite www.sabin.org e siga-nos no Twitter, @SabinVaccine.

Sobre a Ebola Sudão e Marburg

Ebola Sudão e Marburg são membros da família dos filovírus. Ambos podem causar febre hemorrágica grave em seres humanos e primatas não humanos. Nenhum tratamento terapêutico das febres hemorrágicas foi licenciado até o momento. Os vírus Marburg e Ebola são transmitidos aos seres humanos por animais infectados, particularmente pelos morcegos-fruta. Uma vez infectada, uma pessoa pode transmitir o vírus para outras pessoas através do contato pessoal próximo ou com fluidos corporais. O isolamento das pessoas infectadas atualmente é a parte central do controle do filovírus.

O Marburg foi o primeiro filovírus a ser identificado em 1967, quando surtos de febre hemorrágica foram relatados em alguns laboratórios da Europa, incluindo na cidade de Marburg, Alemanha. A ebola foi identificada em 1976, quando dois surtos simultâneos ocorreram no norte do Zaire (agora RDC) em uma aldeia perto do rio Ebola e sul do Sudão. Os surtos envolveram o que eventualmente provou ser duas espécies diferentes do vírus Ebola; ambos receberam o nome nações em que foram descobertos.

Para Informações para a Mídia:

press@sabin.org

Contato com a Mídia:
Monika Guttman
Especialista em Relações com a Mídia
Sabin Vaccine Institute
+1 (202) 662-1841
press@sabin.org

Foto deste comunicado disponível em https://www.globenewswire.com/NewsRoom/AttachmentNg/539c9127-e5d6-4b32-9e89-780f7461314b/pt

GlobeNewswire Distribution ID 8729001